O período entre a semeadura e o aparecimento das primeiras folhas é crucial para o bom desenvolvimento de uma planta, portanto criamos este guia com dicas e informações de plantio para você!

Apesar deste ser um guia para jardineiros inexperientes, recomendamos a leitura para todos. É muito breve e selecionamos os pontos mais importantes para ter sucesso com suas sementes. 

Principais Fatores

1 – Temperatura
A maioria das sementes de plantas ornamentais irá germinar com temperaturas do solo entre 15°C e 30°C. Em geral a temperatura do solo será mais fria que o ar durante o dia e mais quente que o ar durante a noite.

Cada planta, porém, possui uma faixa de temperatura limitada na qual a germinação ocorrerá mais rapidamente. Algumas sementes também requerem condições específicas para sair do estado de dormência, como por exemplo mergulhar em água por 24 horas antes do plantio.

Estas informações estão disponíveis na página de cada um de nossos produtos, na guia "Informações adicionais" em "Instruções de Plantio".

2 – Luz

Ao contrário do que muitos pensam, nem sempre sementes devem ser enterradas. Algumas delas precisam de luz para germinar, portanto você deve apenas posicioná-las acima do solo. Isso geralmente se aplica às sementes muito pequenas (petúnia, lobélia, begônia, etc.). Outras precisam de escuridão total, e essas sim devem ser enterradas, geralmente de 0,5 a 1 cm de profundidade.

Esta informação também estará sempre disponível na guia "Instruções de Plantio" de cada um de nossos produtos.

Atenção! Nunca deixe as sementes expostas à luz direta do sol! Apesar de muitas delas conseguirem tolerar bem a luz direta, sempre é melhor que recebam luz filtrada durante a germinação. Após a formação das folhas elas podem ser movidas para local com iluminação apropriada.

3 – Substrato

Após germinar, as sementes começam a criar as raízes, que serão responsáveis pelo desenvolvimento das folhas. As primeiras raízes, no entanto, são muito frágeis e por isso têm dificuldade em penetrar no solo. Para garantir que as elas cresçam bem, o ideal é utilizar substrato para jardim com base de turfa (encontrado em supermercados ou casas do ramo). Esse tipo de substrato é muito mais leve que a terra de jardim e permite melhor a circulação do ar.

Em lugares onde o substrato não estiver disponível, a terra comum bem trabalhada pode ser usada. Nunca utilize areia no entanto, pois por ser muito compacta diminui a oxigenação das raízes.

4 – Umidade

Após o plantio das sementes, é indispensável manter o substrato úmido, pois toda água necessária para a germinação é absorvida nas primeiras 14 horas. Deixar o solo secar é um erro comum, e acaba matando as plantas jovens.

Também tenha cuidado com o excesso de água, principalmente se estiver utilizando solo muito compactados, pois pode atrair problemas com fungos. Sempre garanta boa drenagem dos vasos/sementeiras.

 

Como plantar?

Há várias formas de plantar suas sementes - você pode até mesmo jogá-las direto na terra e esperar que elas nasçam - mas para conseguir o maior número de plantas é recomendável começar em um ambiente o mais controlado possível, e depois transplantar para o local definitivo quando já estiverem maiores.

Para isso, um bom método é utilizar pequenos vasos ou potes plásticos – potes de danone, ou até mesmo copos descartáveis são uma boa opção. Primeiro faça furos no fundo para garantir uma boa drenagem. Preencha com o substrato ou a terra, e molhe bem. Se a água não estiver saindo pelos buracos é um sinal de que eles precisam ser maiores. Se tudo estiver ok, você já pode plantar suas sementes de acordo com as instruções.

Porém cuidado para não exagerar na quantidade de sementes, pois é difícil separar as plantas depois!

Após o plantio molhe novamente, mas com mais cuidado para que elas não saiam do vaso - recomendamos utilizar um borrifador. Preste atenção principalmente em dias de muito calor e vento, pois o substrato pode secar muito rapidamente. Se preciso, regue até 2 vezes por dia até o surgimento da radícula.

Após o desenvolvimento das primeiras folhas, comece a aumentar o espaço entre as regas, para que as raízes recebam oxigênio. Permita que o solo fique levemente seco antes de molhar novamente.

O processo de acostumar a planta com a luz direta do sol também é importante. Exponha suas mudas de forma gradual, de preferência durante o período da manhã, que é mais fresco. No começo pode ser que as folhas fiquem murchas, mas em 2 ou 3 dias a maioria já estará adaptada ao sol direto.

 

Replantio

O momento ideal para o replantio depende da espécie e do tamanho do vaso utilizado, mas geralmente quando as plantas estão com 4 a 6 pares de folhas já podem ir para o local definitivo. Outro bom indicador é se as raízes começarem a aparecer nos furos de drenagem - isto significa que elas precisam de mais espaço para crescer!

Ao remover as plantas dos vasos tenha muito cuidado, pois ainda são muito frágeis. Evite manejar as mudas pelo caule, e sempre que possível remova o bloco de solo completo e plante do jeito que estiver, sem manusear as raízes. Caso algum acidente ocorra, plante a muda da mesma forma. A capacidade de recuperação das plantas é incrível!

Escolha de preferência um dia de garoa, ou ao menos nublado, para estressar a planta o mínimo possível. Faça no chão - ou no vaso - um buraco maior do que a bola da raiz, pois dessa forma a terra ao redor ficará mais fofa, e esta conseguirá se estabelecer mais rápido. Sempre plante acima do nível do solo para evitar apodrecimento, e regue bem após o plantio (mesmo se estiver chovendo) para evitar bolsas de ar.

 

Dicas

Se você é inexperiente e nunca plantou nada antes, sempre recomendamos fazer semeaduras de teste antes de utilizar todas suas sementes. Separe um terço das sementes e siga as instruções. Caso alguma coisa dê errado você ainda terá muitas outras para tentar novamente, e se tudo der certo - e temos certeza que dará! - basta prosseguir com o plantio das demais em seguida.

 

Agora que você já sabe como cuidar da muda até o momento do transplante, recomendamos a leitura do Guia de Cultivo - nele você encontrará respostas sobre as dúvidas mais comuns em relação ao plantio, rega, fertilização e manutenção de suas plantas.